sexta-feira, setembro 26

Nóiz Filma Derby e Fuma Carlton


Mr. Johnny Cash Tocando na vitrola e ele canta menos ou mais assim:

Quando eu era um Bebezim de bumbum rosa
Minha mamãezinha disse: Filhote!
“Seja sempre um cara bacana e nunca brinque com armas”
Mas em Reno eu atirei num cabra só pra ver ele se morrer-se a si mesmo
Toda vez que o trem passa eu abaixo minha cabeça e choramingo.


Definitivamente eu não nasci para acordar antes das 11h.
Bem, vai ser assim até o fim das filmagens já que o cronograma prevê todas as matinas
Nas próximas duas semanas, Fico Zumbi, mas Fico feliz! Rimou... (tsc, tsc, tsc)
Numa das fortuitas e sonolentas caminhadas até a locação,
dei-me conta de como nossa obra é pervertida.
Era pra tudo ser/parecer conceitual com todo aquele papo de falar do tempo. MAS...
O primeiro a destruir isto pra mim foi o Mestre-jagunço Makários
(Ator q fará o Velho)

MakáriosEssa zorra de filme não é sobre o tempo. É sobre a vida. Sobre o amor. O Presente e só.

“Clap Clap Clap” Mestre!

Eu ainda ponho um apêndice: ESTE CURTA É UMA OBRA SOBRE O TESÃO!
O meu, o da equipe, o do mundo, o das coisas, dos atores adultos e PASMEM...
Das crianças! Ziraldo foi ao Jô semana passada e largou:

Ziraldo – Essa do Peter Pan ser eterno guri é coisa de velho babão...
Que menino não quer crescer?
Que menino não fica vigiando em cima do pinto pra ver se nasceu pentelho?


Eu ficava( Tá, tá, eu fico até hj...EU SOU ÍNDIO MERMÃO!!!!)

Sabe o que era incrível no Johnny Cash?
Era um ícone criando aquela atmosfera marginal, “Darkness”, Transgressoratormentada
Só que pra mim, o sujeito parecia um anjo que fumou maconha
Tomara que o Derby Jazz soe assim... Oxalá...

Um comentário:

Wagner Pyter Spider disse...

Amanhã será um outro dia, e o filme será sobre domingo. Quem quer ser um sabado a noite? a grana tá pouca, e só dá de segunda a sexta.